Inspirações, por Alice

Tarja branca e Happy

Jpeg

Estamos sempre à procura da felicidade, da satisfação pessoal, profissional, financeira, amorosa, etc. O que queremos, afinal de contas? O que é felicidade? Nessa busca talvez nunca estejamos satisfeitos com o que somos, o que provoca ansiedade e até depressão. Mal sabíamos nós, enquanto brincávamos de roda, entre canções e risos, que um dia a vida seria mais quadrada e cheia de desafios.

Essa semana assisti à dois documentários excelentes e que me fizeram repensar vários aspectos da minha vida e do modo como me conecto com o mundo. O primeiro deles é o brasileiro Tarja Branca, que trata do resgate do brincar na vida adulta. Sim, adultos também podem (e devem) brincar. E o segundo é o norte americano Happy, que vai nos mostrar diferentes pessoas de diversos países e o que significa felicidade para elas.

Para quem está aproveitando o feriado prolongado, fica aqui a sugestão. Vale a reflexão e o incômodo que eles nos provocam, pois é a partir do incômodo que saímos da zona de conforto e traçamos novos caminhos. Não encontrei o trailer legendado de Happy e na minha opinião ele não traduz o espírito do filme (achei meio mal feito e com cara de chamada do Globo Repórter, mas não se deixe enganar, o documentário é ótimo!

<3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *