Sobre

aa

Em quase todas as vezes que me apresento, as pessoas fazem uma brincadeira entre o meu nome e a Alice que corre atrás de um coelho apressado e vai parar num mundo encantado e maravilhoso. Pensando nisso, associei o nome do blog à famosa história criada por Lewis Carroll, uma das minhas preferidas.

Nasci em Santos, morei em várias cidades e atualmente estou em Piracicaba, onde espero ficar por muito tempo. Sinto falta do mar, mas aqui tem um rio maravilhoso e me acostumei à vida no interior.

Quando eu era criança, os materiais artísticos foram os “brinquedos” mais desejados e utilizados por mim. Adorava criar, inventar coisas diferentes usando folhas de sulfite ou o que estivesse ao meu alcance. Quando tive que escolher qual faculdade cursar, não tive muitos conflitos. Me formei em Educação Artística – Habilitação em Artes Plásticas na Unesp de Bauru.

Durante a faculdade, por mais contraditório que isso possa parecer, não conseguia criar. Me faltavam ideias, materiais e motivação. Graças ao voluntariado que fiz no Hospital Estadual de Bauru essa “seca” criativa acabou. Eu queria confeccionar um fantoche diferente para brincar com as crianças internadas e não sabia qual material usar. Fiz uma pesquisa na internet e descobri o trabalho da artista plástica gaúcha Carol W, que faz peças lindíssimas em papel machê. Desde então, o papel machê entrou definitivamente na minha vida e as ideias nunca mais fugiram.

No período em que trabalhei como professora de artesanato na prefeitura de Lençóis Paulista e no SESI de Piracicaba, o papel machê era apenas um hobby. Foi em 2012, após ser demitida, que passei a enxergar as coisas de uma maneira diferente. Dizem que há males que vem para o bem e este, com certeza, foi um deles. Decidi levar o papel machê a serio e dar mais atenção às pequenas coisas que me trazem felicidade. Hoje dou aulas de artes para crianças, me dedico ao papel machê e ainda encontrei tempo para estudar teatro.

Criei o blog em setembro de 2013 para compartilhar meu processo criativo, inspirações e assuntos pessoais. Espero que goste do meu país!